terça-feira, 13 de novembro de 2012

APENAS UMA PALAVRA DE OFERTA




Certa noite fui convidado para ministrar uma “palavra de oferta”, confesso que fiquei com pernas bambas e raspei o tacho do meu cérebro para apanhar as melhores palavras para não ser nem piegas, nem agressivo... mas sincero.
Aprendo muito com meus pastores/líderes sobre este importante momento e não poderia ter um perfil diferente do perfil da igreja à qual eu congrego (ADEQ - Assembleia de Deus em Queimados/RJ).
Mesmo com tantas denominações desgastadas por tal “apelo”, eu devia expor o que Deus realmente tocava em meu coração a dizer naquela noite. E foi mais ou menos isso:

Marcos 12:41-44
E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava A MANEIRA como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos deitavam muito.
Vindo, porém, uma pobre viúva, deitou duas pequenas moedas, que valiam meio centavo.
E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro;
Porque todos ali deitaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, deitou tudo o que tinha, todo o seu sustento.
 

Quando Jesus se estabelece junto ao gazofilácio, seu olhar atento às ofertas para a casa do Senhor era bem simples: Jesus olhava  A MANEIRA de como eram feitos os depósitos.
O texto é bem claro em NÃO DIZER “ ...observava a quantidade do que a multidão...” MAS SIM “... a maneira...”.

Quando chega o momento do ofertório em nossas igrejas, devemos deixar bem claro, segundo o que A PALAVRA DE DEUS nos diz, que O Senhor está atento à forma como você oferta, e não a quantidade da oferta.
Muito melhor ao Senhor é a QUALIDADE e não a QUANTIDADE. Jesus nos provou isso.
E quando eu vejo as duas moedas da viúva, não tem como eu não ir um pouco mais a frente e, com a permissão de Deus, dar nomes a essas duas moedas.
São elas: Espírito e Verdade!
Isso mesmo!
Se Jesus nos diz que O próprio Deus procura verdadeiros adoradores que O adorem em ESPÍRITO E VERDADE... e se o momento do ofertório É de fato um momento de adoração, prazerosa, alegre, voluntária, verdadeira, original, única, exemplar, fiel... e tudo mais, então acho bem conveniente chamar essas duas moedas (da viúva) Espírito e Verdade.

Quando estiver no gazofilácio ou simplesmente colocando sua oferta no envelope, lembre-se: podem ser apenas duas moedas, mas que sejam colocadas com prazer, alegria e Espírito e Verdade.

Momento de oferta é momento de adoração, e devemos fazê-la da forma como O PAI procura.
Seja ofertante e dizimista... seja adorador!

6 comentários:

  1. gostei muito . sou novo convertido e minha casa e uma celula e pediram para ministrar a oferta e
    Deus me guiou ate essa pagina Deus abencoe em nome de Jesus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado,meu amigo! Deus te abençoe e que o Espírito santo te guie nesta maravilhosa jornada!!

      Excluir
  2. bela palavra deus te uzou tremendamente parabéns ccontinue assim

    ResponderExcluir
  3. Belas palavras, e observou uma coisa que muitas vezes passa batido, o que importa e a Maneira que o nosso coração está quando vamos ofertar. !

    ResponderExcluir